PROJETO O BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
Simone
Maria Cristina
O BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL
Presidente Prudente
2.010
Justificativa:
Este trabalho tem por finalidade nos levar a uma reflexão sobre o “brincar na escola” e tem como tema principal “Educação Infantil: que espaço é esse?”. Tendo em vista a importância do brincar para o desenvolvimento da criança, que segundo Madalena Freire (1999) “quando uma criança brinca, joga ou desenha, ela está desenvolvendo a capacidade de representar, de simbolizar. É construindo suas representações que as crianças se apropriam da realidade”; podemos então ressaltar que os objetivos, aqui compreendidos, são de: observação do cotidiano escolar; a influência dos jogos e brincadeiras no desenvolvimento das crianças na educação infantil e levantamentos de possíveis melhorias na prática pedagógica dos docentes. Realizamos esta atividade em uma escola periférica, que possui desde berçário até a pré-escola; através de: visitação, na qual levamos em consideração o aspecto físico e material da escola (estruturação); entrevistas com professores e com orientadora pedagógica, que nos relataram sobre como é o trabalho com crianças na faixa etária 4 meses até 6 anos, os desafios enfrentados e suas satisfações; e observações diárias, que nos proporcionou muitos momentos de extrema aprendizagem e de trocas de experiências vividas.
Tema: O brincar na Educação Infantil
Público Alvo: Alunos da Educação Infantil
Objetivo Geral: Desenvolvimento Global da criança
Objetivos Específicos:
  • Desenvolvimento motor;
  •  Cognitivo;
  • Cooperação;
  •  Equilibrio.
Conteúdos Trabalhados:
·         Educação física: equilibrio, agilidade;
·         Amarelinha: matemática;
Procedimentos metodológicos:
Este trabalho tem por finalidade nos levar a uma reflexão sobre o “brincar na escola” e tem como tema principal “Educação Infantil: que espaço é esse?”. Tendo em vista a importância do brincar para o desenvolvimento da criança, que segundo Madalena Freire (1999) “quando uma criança brinca, joga ou desenha, ela está desenvolvendo a capacidade de representar, de simbolizar. É construindo suas representações que as crianças se apropriam da realidade”; podemos então ressaltar que os objetivos, aqui compreendidos, são de: observação do cotidiano escolar; a influência dos jogos e brincadeiras no desenvolvimento das crianças na educação infantil e levantamentos de possíveis melhorias na prática pedagógica dos docentes. Realizamos esta atividade em uma escola periférica, que possui desde berçário até a pré-escola; através de: visitação, na qual levamos em consideração o aspecto físico e material da escola (estruturação); entrevistas com professores e com orientadora pedagógica, que nos relataram sobre como é o trabalho com crianças na faixa etária 4 meses até 6 anos, os desafios enfrentados e suas satisfações; e observações diárias, que nos proporcionou muitos momentos de extrema aprendizagem e de trocas de experiências vividas.
Avaliação:
Brincar é mais do que uma atividade sem consequência para a criança. Brincando, ela não apenas de diverte, mas recria e interpreta o mundo em que vive, e acaba por se relacionar com este mundo. Brincando, a criança aprende. O “Brincar” hoje nas escolas, está ausente de uma proposta pedagógica que  incorpore o lúdico como eixo do trabalho infantil. Através deste trabalho pudemos perceber a inexistência de espaço para o desenvolvimento cultural dos  alunos. Esse resultado, apesar de apontar na direção das ações do professor,  não deve atribuir-lhe culpabilidade. Ao contrário, trata-se de evidenciar o  tipo de formação profissional do professor que não contempla informações nem  vivências a respeito do brincar e do desenvolvimento infantil em uma  perspectiva social, afetiva, cultural, histórica e criativa. A escola deve criar condições para o aluno realizar atividades lúdicas, empregando também como estratégias de ensino-aprendizagem. O papel do educador é garantir que a aprendizagem seja continua. Colaborando para o desenvolvimento do individuo em aspectos emocionais, sociais, físicos, estéticos, éticos e morais, pautando seu trabalho com atuação lúdica, onde o jogo ou a brincadeira possam dar espaço para a ação de quem brinca. É na escola que aprendemos a conviver em grupos, a nos socializar e compreendermos como seres humanos.Este trabalho tem por finalidade nos levar a uma reflexão sobre o “brincar na escola” e tem como tema principal “Educação Infantil: que espaço é esse?”. Tendo em vista a importância do brincar para o desenvolvimento da criança, que segundo Madalena Freire (1999) “quando uma criança brinca, joga ou desenha, ela está desenvolvendo a capacidade de representar, de simbolizar.
Referências Bibliográficas:FREIRE, M. A paixão de conhecer o mundo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1999.
KISHIMOTO, T. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e educação. São Paulo: Cortez, 1994.
MOYLES, J. Só brincar? Papel do Brincar na Educação Infantil. Porto Alegre: Artmed, 2002.

Um comentário:

  1. Elaboração,formatação e correção - Normas ABNT - Trabalhos personalizados e inéditos.
    Fale conosco agora mesmo, Monografias, Artigos Acadêmicos, Teses, Projetos, TCC...
    Qualidade é sigilo! Solicite um Orçamento.
    www.webmonografias.com.br/
    https://www.facebook.com
    Tel.: (21) 3049-6872

    ResponderExcluir